Skip to main content
células do vírus covid-19

Como a tecnologia na segurança tem ajudado no combate a Covid-19?

Com o surgimento da pandemia do novo coronavírus, diversas tecnologias foram lançadas, enquanto outras tem se transformado e se tornado ainda mais valorizadas. Soluções que têm se mostrado úteis em períodos de distanciamento social estão crescendo e sendo amplamente utilizadas para combater a doença em diferentes setores, inclusive na segurança. Veja neste artigo alguns exemplos da tecnologia na segurança e seus benefícios no combate a Covid-19. Continue a leitura!

células do vírus covid-19

Os Coronavírus

Os coronavírus são uma grande família de vírus comuns em muitas espécies diferentes de animais, incluindo camelos, gado, gatos e morcegos. Raramente, os coronavírus que infectam animais podem infectar pessoas, como exemplo do MERS-CoV e SARS-CoV. Recentemente, em dezembro de 2019, houve a transmissão de um novo coronavírus (SARS-CoV-2), o qual foi identificado em Wuhan na China e causou a COVID-19, sendo em seguida disseminada e transmitida de pessoa a pessoa.

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus, denominado SARS-CoV-2, que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a maioria (cerca de 80%) dos pacientes com COVID-19 podem ser assintomáticos ou oligossintomáticos (poucos sintomas), e aproximadamente 20% dos casos detectados requer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória, dos quais aproximadamente 5% podem necessitar de suporte ventilatório.

Como prevenir o contágio?

Todas as medidas de prevenção e demais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde visam reduzir o risco de contágio pela doença, com as seguintes medidas:

  • Lavar sempre as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel.
  • Cobrir o nariz e a boca com o cotovelo ao espirrar ou tossir.
  • Evitar tocar os olhos e nariz sem a higienização adequada das mãos.
  • Evitar aglomerações se apresentar sintomas da doença.
  • Manter os ambientes bem-ventilados e com as janelas abertas.
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, copos e etc.
  • E a recomendação mais importante de todas: o distanciamento social.

 

Como a tecnologia na segurança tem atuado na prevenção a COVID-19?

De acordo com a matéria COVID-19 e a tecnologia em segurança publicada na revista digital Segurança Eletrônica, o segmento de tecnologia em segurança patrimonial tem oferecido uma série de soluções que colaboram com o dia a dia de condomínios residenciais, prédios comerciais, indústrias e entre outros empreendimentos, com o apoio das novas tecnologias embasadas pela Inteligência Artificial, Computação Cognitiva e Internet das Coisas, que proporcionam mecanismos que funcionam sozinhos e viabilizam o distanciamento social.

Reconhecimento facial, controle de acesso inteligente, monitoramento por áudio e vídeo à distância, heat maps (mapas de calor) que medem a temperatura corporal e o número de pessoas por ambiente, etc., são alguns exemplos de tecnologias na segurança que cumprem sua função de proteger os ambientes sem a necessidade de contato físico. Veja alguns exemplos:

Analíticos de vídeo: vídeos analíticos que utilizam Inteligência Artificial, Deep Learning e algoritmos de análises biométricas podem ser combinados para gerar informações que alimentam Big Data e interagem com diversos tipos de softwares de gestão, através de APIs (Application Programming Interface), monitorando os ambientes integralmente, além de serem totalmente programados para identificar qualquer não conformidade e gerar alertas antes de qualquer problema acontecer.

reconhecimento facial por tecnologia

Reconhecimento facial e controle de acesso: com a quarentena e isolamento social, muitas pessoas também passaram a trabalhar em casa, aumentando a demanda de segurança principalmente nas portarias de condomínios residenciais, onde a circulação de pessoas e utilização de serviços de compras por entrega cresceu e passou a exigir mais atenção dos controladores de acesso e profissionais de portaria. A Inteligência Artificial tem contribuído ostensivamente para auxiliar essa nova dinâmica de convivência, com o desenvolvimento de dispositivos inteligentes, como o reconhecimento facial, que funcionam sozinhos e fornecem informações precisas para as centrais de controle.

dispositivo para reconhecimento facial

Com essa tecnologia na segurança também é possível eliminar o contato das pessoas com superfícies, como botões e maçanetas, já que a liberação de acesso por reconhecimento facial é previamente cadastrada nos sistemas para liberar visitantes, colaboradores e moradores, só com a leitura do rosto das pessoas autorizadas. A IA possibilita identificar precisamente pessoas e veículos, na entrada, permanência e saída, gerando alertas com qualidade devido à possibilidade de realmente analisar o conteúdo da imagem e viabilizar que as equipes nas centrais de comando tomem as melhores decisões. Essas ações por si só já garantem um distanciamento social seguro e só permitem o contato físico em casos extremos.

Heat Maps (mapas de calor): no combate a COVID-19, os mapas de calor permitem medir a temperatura corporal das pessoas em um ambiente, possibilitando identificar se há alguém com febre e quantas pessoas circulam no local para que as equipes tomem as medidas necessárias para dissipar aglomerações, aplicar restrições de acesso ou intensificar a higienização do local.

digitalização térmica com inteligência artificial


Conte com a Fortknox para aplicar estes e mais conceitos de segurança em seu patrimônio

Gostou de saber mais sobre alguns exemplos de como a tecnologia na segurança ajuda a combater o COVID-19? Então entre em contato conosco e fale com nossos especialistas para mais informações e solicite um orçamento!



Share article on

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *