Skip to main content
capacitação dos profissionais de vigilância

Qual a importância da capacitação dos profissionais de vigilância?

A vigilância patrimonial é um serviço criado para promover a segurança de bens e pessoas, reduzindo os riscos de perdas ou danos ao patrimônio. Nas empresas de segurança privada, os profissionais de vigilância são a parte mais fundamental no exercício dessa atividade, pois asseguram o pleno funcionamento das diretrizes de proteção e estão sempre prontos para a ação.

No entanto, para desempenhar a função de vigilante, os profissionais devem passar por rigorosos treinamentos para atuar na segurança, seguindo todos os protocolos estabelecidos pela Lei.

Neste artigo você confere alguns pontos importantes sobre a capacitação dos profissionais de vigilância. Continue a leitura!

   capacitação dos profissionais de vigilância

Por que a capacitação dos profissionais de vigilância é tão importante?

Entre todas as funções e cargos que desenvolvem a estrutura de proteção em uma empresa de segurança patrimonial, os vigilantes são a linha de frente que lida diretamente com situações de risco e estresse extremo.

Ser a linha de frente no combate à criminalidade e situações de emergência não é fácil, por isso são exigidos treinamentos específicos e rigorosos para uma capacitação dos profissionais de vigilância, visando prepará-los para agir com serenidade e, ao mesmo tempo, firmeza, pois só assim é possível lidar com as mais diversas situações para obter os melhores resultados possíveis, garantindo a integridade do patrimônio e todos que nele convivem.

Um profissional mal-treinado pode acabar agindo por impulso, gerando riscos para as pessoas ao redor e a si mesmo, causando ferimentos graves, prejuízos ao patrimônio e até mesmo mortes.

Treinamento dos profissionais de vigilância no Brasil

De acordo com artigo acadêmico elaborado por Sueli Andrade para o curso de Graduação da UNOPAR, no Brasil é exigido o treinamento e aperfeiçoamento contínuo dos profissionais que atuam em empresas de segurança privada.

Para se tornar vigilante, é necessário frequentar cursos preparatórios ofertados por instituições autorizadas pelo Ministério da Justiça/Polícia Federal, e são exigidos três tipos: formação, extensão e reciclagem. O de formação é o curso base que habilita o vigilante ao exercício da atividade de vigilância patrimonial. Os cursos de extensão, por sua vez, preparam os candidatos para o exercício das atividades específicas de transporte de valores, escolta armada e segurança pessoal. Já os de reciclagem são aqueles voltados para a requalificação dos profissionais.

As três modalidades de curso são válidas por dois anos, após isso os vigilantes devem realizar o curso de reciclagem custeado pelo empregador.

Qualificação dos profissionais de segurança Fortknox

Todas as empresas de segurança patrimonial devem passar por um intenso processo de profissionalização de seus colaboradores, principalmente dos vigilantes.

Na Fortknox, além de todos os nossos serviços serem baseados em tecnologia de ponta, investimos consistentemente em políticas de recursos humanos que privilegiam a formação de profissionais de vigilância especializados, preparados para desempenhar suas funções com propriedade e maestria, sempre de acordo com as legislações e obrigatoriedades vigentes para o setor, desde o monitoramento até as equipes de vigilância destinadas aos serviços de recepção e pronta resposta.

Os operadores de sistemas eletrônicos de monitoramento, por exemplo, precisam de formação específica para desempenhar diversas funções nas centrais de vigilância, como operação de equipamentos, instrução comportamental e operacional, monitoramento de circuito fechado de TV (CFTV), controle de alarmes, além de possuir um treinamento efetivo para obter máxima capacidade de avaliação de situações críticas.

Fora os responsáveis pelo monitoramento, os técnicos de suporte e TI, instalação de equipamentos, as equipes de campo responsáveis por rondas e controles de acesso, gestores de sistemas de segurança, entre outros, também necessitam de treinamento e capacitação específicos:

  • Vigilantes passam por treinamentos que reforçam os protocolos de segurança e licenças concedidas pelos órgãos responsáveis.
  • Operadores desenvolvem habilidades relacionadas à capacidade de observação e de tomada rápida de decisões.
  • Técnicos de suporte de sistemas realizam cursos e adquirem certificações específicas referentes a softwares e hardwares.

Aqui, todos os nossos profissionais são treinados nas diferentes tecnologias desenvolvidas pela Fortknox, capacitados para desempenhar diferentes procedimentos com máxima eficiência e de acordo com as especificidades de cada processo.

Conclusão

A capacitação dos profissionais de vigilância é muito mais do que uma necessidade, é uma obrigatoriedade que garante a segurança da execução de todos os processos que envolvem a proteção das pessoas e patrimônios. Recursos destinados à capacitação e ao treinamento desses profissionais não representam gastos, mas um investimento na qualidade dos métodos, técnicas e protocolos de segurança.

Gostou desse conteúdo? Então assine nossa newsletter e não perca mais nenhuma novidade do blog da Fortknox!



Share article on

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A FortKnox se preocupa com você e sua privacidade

O nosso site usa cookies e outras tecnologias para personalizar a sua experiência e compreender como você e os outros visitantes usam o nosso site.
Ao navegar pelo site, coletaremos tais informações para utilizá-las com estas finalidades. Caso não aceite, não faremos este rastreio, mas ainda usaremos os cookies necessários para o correto funcionamento do site. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.

Aceito